Impermeabilização e a importância do processo em suas aplicações

impermeabilizacao-e-a-importancia-do-processo-em-suas-aplicacoes

Impermeabilização e a importância do processo em suas aplicações

A impermeabilização é fundamental em vários projetos que vão desde a construção civil até utilização ambiental para preservação do solo

Impermeabilização nada mais é do que o ato de impermeabilizar, ou seja, isolar e proteger os materiais de uma edificação da passagem indesejável de líquidos e vapores.

Com isso, são mantida assim as condições de habitabilidade de uma construção, por exemplo.

É uma técnica que consiste na aplicação de produtos específicos com o objetivo de proteger as diversas áreas de um imóvel contra a ação de águas que podem vir da chuva, de lavagem, de banhos ou de outras origens. 

Como tudo em construção civil, a impermeabilização também deve ser planejada para reduzir o custo e aumentar a eficiência.

Isso porque, a falta ou uso inadequado da impermeabilização compromete a durabilidade da edificação, causando prejuízos financeiros e danos à saúde. 

A água infiltrada nas superfícies e nas estruturas afeta o concreto, sua armadura, as alvenarias. 

O ambiente fica insalubre devido à umidade, fungos e mofo, diminuindo a vida útil da edificação.

Além do desgaste físico e emocional do proprietário ou usuário que sofre com a má qualidade de vida causada pelos problemas. 

No entanto, a impermeabilização é muito mais abrangente no que diz respeito à sua utilização. É sobre isso que vamos falar no artigo de hoje.

Impermeabilização em obras geotécnicas e ambientais

Além da impermeabilização nas obras prediais, ela também está presente nos projetos e obras geotécnicas de grandes dimensões.

Conheça alguns projetos que necessitam de impermeabilização.

Aterros Sanitários, Industriais e Hospitalares

É o local onde é destinado os resíduos sólidos gerados pelos moradores das cidades. 

Este espaço é composto por resíduos domésticos, comerciais, industriais, de construção e também com origem nos resíduos gerados no esgoto.

Aterro sanitário é uma espécie de depósito onde são descartados resíduos sólidos provenientes de residências, indústrias, hospitais e construções. 

Grande parte deste lixo é formada por materiais não recicláveis.

Impermeabilização Barragens de Rejeito

Barragem de rejeitos é um reservatório destinado a reter resíduos sólidos e água resultantes de processos de extração de minérios. 

O armazenamento desses rejeitos é necessário a fim de evitar danos ambientais.

As características dos rejeitos variam segundo o tipo de mineral e o processo de beneficiamento empregado. 

Podem ser de granulometria fina, constituídos de siltes e argilas, materiais que apresentam alta plasticidades.

Ou seja, de alta compressibilidade e de difícil sedimentação, tendo depositados sob forma de lama.

Os rejeitos também podem ser formados por materiais não plásticos de granulometria mais grossa.

Eles altamente permeáveis e com boa resistência ao cisalhamento, ao contrário dos rejeitos de granulometria fina.

Bacias de Contenção

A bacia de contenção é uma das principais ferramentas utilizadas para prevenir e evitar vazamentos no setor industrial. 

Ou seja, essas bacias possuem inúmeras aplicações e agem como barreiras físicas, preservando o solo e o ambiente externo dos vazamentos. 

Mais do que evitar a contaminação do meio ambiente, esse dispositivo também evita o desperdício.

Visto que, já que nem sempre o material armazenado nessas barreiras precisa ser eliminado. 

Em sua grande parte, as bacias são fabricadas com matéria prima resistente e recebe tratamento especial, resultando na sua impermeabilidade. 

Esse tratamento, também tem a função de evitar a proliferação de agentes biológicos como bactérias e fungos.

Ou seja, colocando em risco o produto armazenado e também os funcionários que atuam naquela região.

Impermeabilização em Canais de Adução

O canal de adução têm por função levar a água em direção à casa de máquinas. 

O nível da água no final do canal de adução e no reservatório é praticamente o mesmo.

Neste sentido, há apenas uma pequena diferença para fazer com que a água saia do reservatório e se dirija para o final do canal de adução. 

No final do canal de adução está localizada a estrutura que chamamos de câmara de carga.

Ela que é a interface entre o canal de adução e o conduto forçado. 

Estes canais são geralmente executados em geomembrana PEAD, devido ao seu baixo custo e propriedades inertes, resistentes aos raios UV, e rugosidade.

Canais de Irrigação

Canais de irrigação são dutos ou valas que conduzem a água com a finalidade de umedecer os solos. 

É uma técnica utilizada na agricultura que tem por objetivo o fornecimento controlado de água para as plantas em quantidade suficiente e no momento certo.

Sobretudo, assegurando a produtividade e a sobrevivência da plantação. 

Complementa a precipitação natural, e em certos casos, enriquece o solo com a deposição de elementos fertilizantes.

Impermeabilização em Reservatórios de Água

A maior parte da energia hidrelétrica é proveniente da energia potencial da água represada em um reservatório cuja queda aciona uma turbina e um gerador. 

Em outras palavras, os reservatórios servem para criar uma queda d’água com peso suficiente para gerar a energia. 

O cálculo da potência instalada da usina é efetuado através de estudos que consideram o volume desse reservatório.

Ou seja, a vazão da queda d’água é a diferença de altura entre a fonte e a turbina. 

Por isso, a altura, o volume, a vazão e a segurança do reservatório são vitais para a viabilidade econômica de uma usina hidrelétrica.

Biodigestores

São equipamentos de fabricação relativamente simples.

Afinal, eles possibilitam o reaproveitamento de detritos para gerar gás e adubo, também chamados de biogás e biofertilizantes. 

O biodigestor geralmente é alimentado com restos de alimentos e fezes de animais, acrescidos de água.

Dentro do aparelho, esses detritos entram em decomposição pela ação de bactérias anaeróbicas (que não dependem de oxigênio). 

Durante o processo, todo o material orgânico acaba convertido em gás metano.

Sobretudo, é o gás que é utilizado como combustível em fogões de cozinha ou geradores de energia elétrica. 

No caso de uma granja, por exemplo, o gás gerado pelas fezes das galinhas é usado para aquecer os ovos nas incubadoras. 

O resíduo sólido que sobra no biodigestor também pode ser aproveitado como fertilizante.

Impermeabilização em Lagoas Ornamentais

Lagos artificiais com peixes, construídos para compor o paisagismo ou arquitetura, são conhecidos como lagos ornamentais. 

Diferente dos espelhos d’água, que não possuem nenhuma vida, os lagos ornamentais tem como uma das suas principais características a presença de vida como plantas e peixes. 

Outra característica importante, é que ele seja artificial.

Ou seja, construído pelo homem.

Os lagos ornamentais fazem parte da vida do homem desde à época medieval.

Contudo se difundiram no Brasil e começaram a virar um elemento muito utilizado por paisagistas e arquitetos em meados de 2005. 

Isso acontece quando a indústria nacional começa a aparecer e os importadores de produtos para aquários começam a enxergar esse mercado como potencial.

Como é feita a impermeabilização nesses projetos?

Basicamente, a impermeabilização dos projetos que citamos acima é feita através do uso de materiais específicos.

Uma delas é a geomembrana.

A geomembrana, que também é conhecida como membrana geossintética, consiste num material que é utilizado para impermeabilização de grandes áreas como lagos e tanques.

Isso porque essas áreas essas que estão sujeitas a movimentações e vibrações. 

Resistentes aos raios UV e a ataques químicos, a geomembrana é uma solução ideal para canais e lagos artificiais.

Ao longo dos anos as geomembranas garantem estanqueidade.

Ou seja, mesmo sob diversas condições, como ambientes agressivos e exposição às condições climáticas. 

Sua durabilidade e melhor desempenho do sistema dependem da especificação de materiais que garantam flexibilidade e resistências à abrasão, aos raios UV e ataques de micro-organismos.

O principal fator a ser considerado na especificação de uma geomembrana para impermeabilização de aterros sanitários e lagoas artificiais é sua resistência química.

Ao passo que esses ambientes de armazenamento de efluentes são bem agressivos.

Outro dado de desempenho relevante é a resistência aos raios UV, como por exemplo no caso da lagoa.

Isso porque as bordas e margens ficam expostos a esse tipo de radiação, por nem sempre estarem cobertas pela água ou pelo líquido contido na lagoa. 

Para conter todos os resistentes químicos e obter melhor desempenho e assim não sofrer desgaste pela consistência de raios solares.

Ou seja, a geomembrana deve ser produzida com polietileno de alta densidade (PEAD) e ser ativada com negro de fumo, antioxidantes e termo estabilizantes

Cuidados com a aplicação na Impermeabilização

Sua instalação exige cuidados para garantir que não haja vazamentos durante a vida útil da obra.

Neste caso faz-se necessária a realização de testes e ensaios de campo, durante e após a aplicação das geomembranas, todos de acordo com as normas. 

É necessário considerar o horário de instalação da geomembrana, como a dilatação térmica estica o material durante o dia e encolhe durante a noite, o horário de aplicação deve ser considerado no projeto para que o revestimento não fique suspenso momento algum.

Sua aplicação necessita de mão de obra especializada e de alguns cuidados mais técnicos.

A Goiás Impermeabilizações atua nos mais abrangentes projetos

A Goiás Impermeabilizações iniciou suas atividades em 2013 com sede em Goiânia – GO, atuando na área de impermeabilizações, revestimentos e das mais diversas obras geotécnicas e ambientais. 

A empresa conta com ampla experiência de seu sócio-diretor que atua na área há mais de 22 (vinte e dois) anos e busca pelo contínuo aperfeiçoamento de seus técnicos e colaboradores. 

Destaca-se no mercado pelos seus serviços de aplicação prestados em território nacional e principalmente pela qualidade e excelência no atendimento.

A empresa possui mão de obra especializada e estruturada para aplicação e comercialização da geomembrana PEAD, geocomposto drenante, geotêxtil tecido, geocélula, perfil PEAD, grelhas para controle de erosão, georrede, tubo liso PEAD, tubo dreno em PEAD, fio de solda em PEAD e soldas de tubos PEAD, tudo para as mais variáveis obras que necessitarem destes materiais.

Conheça mais acessando nosso site.

Pesquisar

Nos envie uma mensagem

Fale Conosco